Texto do Projeto de Resolução

PROJETO DE RESOLUÇÃO1039/2001
Autor(es): Deputado ALESSANDRO CALAZANS

A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
RESOLVE:
Art. 1º - Fica concedido o Título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro ao SR. OSCAR DANIEL BEZERRA SCHMIDT.
Art. 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Plenário Barbosa Lima Sobrinho, 01 de novembro de 2001.

DEPUTADO ALESSANDRO CALAZANS

JUSTIFICATIVA

O Projeto de Resolução objetiva justíssima homenagem ao Sr. OSCAR DANIEL BEZERRA SCHMIDT, pelo excepcional desempenho como jogador de basquete do CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO.
Certamente Oscar Schimidt, é um dos melhores jogadores de basquete de todos os tempos. Conhecido como o mão santa ele é nordestino nascido em Natal (RN) , Filho de um oficial da Marinha e professor universitário, o maior jogador do basquete brasileiro de todos os tempos quase foi nadador. Uma febre reumática, aos 12 anos, quando ele ensaiava as primeiras braçadas no América de Natal (RN) onde nasceu, interrompeu o sonho. Um ano depois, mudou com a família para Brasília e se jogou de corpo e alma no basquete.
Com 2,04 m de altura e 106 quilos, já está atuando há mais de 20 anos na carreira. Seu primeiro time foi o Unidade Vizinhança, da capital federal, e o primeiro técnico, um japonês chamado Laurindo Miura, que inventava exercícios para aprimorar a coordenação motora do rapaz cheio de espinhas no rosto e treinava exaustivamente as técnicas de arremesso, com óbvio e estrondoso sucesso. Aos 15 anos, foi para o Palmeiras.
Oscar Daniel Bezerra Schimidt está para o basquete brasileiro, assim como Michael Jordan, para o norte-americano. Jogador fenomenal, recordista mundial de pontos ao longo da carreira (+ de 41 mil) e ainda na ativa, defendendo as cores rubro-negra da camisa do Flamengo, o ala Oscar tem em seu extenso currículo a participação em cinco Olimpíadas (foi cestinha em três), jogou na Itália e na Espanha por 13 anos e chegou a anotar 74 pontos em uma única partida.
Em jornada histórica (Jogos Pan-americanos de Indianápolis, 1987) comandou, ao lado de Marcel, a (inimaginável) vitória sobre a seleção norte-americana, passando por cima da empáfia yanque antes da fatídica partida. Em 106 anos de basquete, esta foi a primeira vez que os Estados Unidos perderam em casa. O Brasil estava 20 pontos atrás, ao final do primeiro tempo. Virou espetacularmente a partida, para assombro da torcida local e pelo mundo afora, via-satélite.
“Quando o impossível vira realidade, aí está o milagre do esporte”, diria o super-ala após a partida”.
Exemplo de raça, dedicação e amor ao esporte e às cores da bandeira nacional, Oscar Schimidt, quando no auge da carreira, desdenhou um convite para atuar na liga profissional americana (NBA). Motivo: continuar atuando pela seleção brasileira.
Patriota, chorão, irritadiço, genial: Oscar Schimidt já está imortalizado no Olimpo do basquete brasileiro, e é fruto de inspiração de dez em cada dez garotos em fase de primeiros arremessos.
Oscar Schimidt é um exemplo de orgulho para o nosso estado e nosso país e por isso merece receber o título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro desta Casa.

Legislação Citada



Atalho para outros documentos



Informações Básicas

Código20010501039AutorALESSANDRO CALAZANS
Protocolo7738Mensagem
Regime de TramitaçãoOrdinária

Entrada 11/13/2001Despacho 11/13/2001
Publicação 11/14/2001Republicação
Comissões a serem distribuidas


01.:Comissão de Normas Internas e Proposições Externas


Hide details for TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 1039/2001TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 1039/2001

Cadastro de ProposiçõesData PublicAutor(es)
Hide details for Projeto de ResoluçãoProjeto de Resolução
Hide details for 2001050103920010501039
Two documents IconRed right arrow IconShow details for CONCEDE O TÍTULO DE BENEMÉRITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AO SR. OSCAR DANIEL BEZERRA SCHMIDT => 20010501039 CONCEDE O TÍTULO DE BENEMÉRITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AO SR. OSCAR DANIEL BEZERRA SCHMIDT => 20010501039 => {Comissão de Normas Internas e Proposições Externas }11/14/2001Alessandro Calazans