b1.jpg (970 bytes) tit-prop.jpg (2694 bytes) b2.jpg (1226 bytes) bytematec.jpg (2929 bytes)
propconst-p.jpg (5140 bytes)
2-barrinha-por-voltar.gif (1093 bytes)
 

Informações Básicas

Código 980501262
Autor DR. LAURO MONTEIRO
Protocolo
Mensagem
Regime de
Tramitação
Ordinária

Datas:
Entrada 07/30/1998 Despacho 08/04/1998
Publicação 08/05/1998 Republicação

Comissões a serem distribuidas


01.:Comissão de Normas Internas e Proposições Externas

Texto do Projeto de Resolução

PROJETO DE RESOLUÇÃO1262/98
CONCEDE O TÍTULO DE BENEMÉRITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AO SR. GERALDO JORDÃO PEREIRA.
Autor(es): Deputado DR. LAURO MONTEIRO


A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,
RESOLVE:
    Art. 1º - Fica concedido o Título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro ao Sr. GERALDO JORDÃO PEREIRA.

    Art. 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

    Sala das Sessões, 30 de junho de 1998.

    DEPUTADO LAURO MONTEIRO

JUSTIFICATIVA

    Geraldo Jordão Pereira, nasceu no Estado do Rio de Janeiro em 1938, filho de José Olympio Pereira Filho e Vera Pacheco Jordão.
    Formou-se em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, cursando, ainda, administração no Pratt Institute de Nova Iorque.

    Dedicou-se desde sua formação às letras e a educação, dirigindo por 20 anos a Editora José Olympio.

    Sempre atento e preocupado com o acesso à educação, chefiou o grupo que criou a campanha de mobilização pública para o MOBRAL (1969/1970).

    Foi assessor de marketing da FUNTEVE, tendo criado o projeto de comercialização do acervo de programas da TVE e da Rádio MEC.

    Popularizou a cultura, dirigindo a criação e produção de projetos culturais, tais como: Museu de Arte Ditacta 1972 e coleção Iniciação à Cultura Brasileira.

    Foi membro do grupo de trabalho criado pelo Ministério da Educação e Cultura sobre literatura infantil.

    Preparou os estudos para a implantação da estrutura de indicadores sociais para o Estado do Rio de Janeiro na FIDERJ-SECPLAN.

    Foi membro do Grupo de Trabalho para a criação da Fundação Parque do Flamengo.

    Consciente de que a literatura deve crescer com a criança, criou, em 1976, a Editora Salamandra, que a partir de 1978 voltou-se totalmente para o segmento infanto-juvenil e livros de arte.

    Cidadão sempre atento às necessidades de seu Estado, Geraldo Jordão assumiu a direção do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, no triênio 1985/1987, vindo a criar a Sociedade de Amigos do Jardim Botânico, da qual foi presidente, permanecendo até hoje ao Conselho Administrativo.

    Ainda na área da popularização da artes, trouxe ao Brasil e exerceu a curadoria da exposição Antigüidades de Freud, pertencentes ao Freud Museum de Londres, expostas no Museu de Belas Artes do Rio de Janeiro.

    Criou e dirige o Centro de Integração Social Através do Trabalho - CISAT, organização voltada para um trabalho com criança e adolescentes carentes e pessoas portadoras de deficiência, implantando projetos de iniciação profissional.

    Por todos esses feitos em benefício do Estado do Rio de Janeiro e de sua população, principalmente as menos favorecidas, o Sr. Geraldo Jordão faz jus a honraria ora proposta.



Atalho para outros documentos