b1.jpg (970 bytes) tit-legis.jpg (2109 bytes) b2.jpg (1226 bytes) bytematec.jpg (2929 bytes)
emendas-l.jpg (4706 bytes)
2-barrinha-por-voltar.gif (1093 bytes)
 

Informações Básicas

Código 970500932
Autor ALICE TAMBORINDEGUY

Matéria Projeto de Resolução
Protocolo
Mensagem
Regime de
Tramitação
Ordinária

Link:

Datas:
Entrada 09/11/1997 Despacho 09/16/1997
Publicação 09/17/1997 Republicação


Comissões a serem distribuidas


01.:Comissão de Normas Internas e Proposições Externas


Ementa

CONDECORA COM A MEDALHA TIRADENTES A SENHORA MARIA LÚCIA DA SILVA ARAÚJO.




Texto da Proposição

PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 0932/97

                      CONDECORA COM A MEDALHA TIRADENTES A SENHORA MARIA LÚCIA DA SILVA ARAÚJO.


Autora: DEPUTADA ALICE TAMBORINDEGUY


A Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro
RESOLVE:


Art. 1º - Condecorar com a Medalha Tiradentes a Sra. Maria Lúcia da Silva Araújo.

Art. 2º - A presente Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.


Sala das Sessões, 11 de setembro de 1997.

ALICE TAMBORINDEGUY
Deputada Estadual


JUSTIFICATIVA:


Maria Lúcia de Araújo, conhecida carinhosamente como Lucinha Araújo, nasceu na cidade de Vassouras no dia 2 de agosto de 1936. Esposa de João Araújo, eminente empresário da área musical e mãe do nosso inesquecível cantor e compositor Cazuza, Lucinha conviveu com a música desde o seu casamento e gostava de participar de saraus em casa de amigos onde cantava e chegou a gravar dois LP's.

Sua vida transcorria normalmente, até que, em 1987, seu único filho Cazuza, o grande poeta da nova geração, descobriu que estava contaminado com o vírus da AIDS.

Em julho de 1990, morreu Cazuza no auge de sua carreira, aos 32 anos. Lucinha, procurando suportar o enorme sofrimento e o vazio que ficou em sua vida, resolveu mergulhar de corpo e alma no projeto da Sociedade Viva Cazuza.

A Sociedade Viva Cazuza é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos, dirigida por Maria Lúcia da Silva Araújo (Presidente) e Lilibeth Monteiro de Carvalho (Vice-Presidente), fundada por João e Lucinha Araújo, um grupo de médicos e empresários amigos, visa tornar melhor e mais humana a assistência médica aos enfermos de AIDS; implementar a pesquisa sobre HIV/AIDS; auxiliar a informação através de materiais educativos para campanhas de esclarecimento público e também incentivar o treinamento de pessoal no Brasil e exterior, para melhoria técnica nos padrões de atendimento.

Vinculada ao Centro de Referência em AIDS do Hospital Gaffrée e Guinle, entre outubro de 1990 e dezembro de 1992, esta entidade reformou enfermarias, berçário, distribuiu medicamentos, cestas básicas para pacientes e suas famílias, aumentou 21 leitos, auxiliou pesquisas, aplicando sempre os direitos autorais de Cazuza, doações e rendas de eventos beneficientes que realizou.

No presente momento, desvinculada do referido hospital, tem como principal atividade a manutenção da Primeira Casa de Apoio Pediátrico do Município do Rio de Janeiro, com capacidade para abrigar 34 crianças carentes portadoras do Vírus da AIDS em regime de internação.

Em 1995, a instituição obteve o recorde de 10 meses sem internações hospitalares, considerado ótimo pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e já teve uma criança que soro-converteu (negativou).

Por tudo isso, a concessão de Medalha Tiradentes à Lucinha Araújo é o reconhecimento a esta mulher símbolo da luta em defesa da vida.

Atalho para outros documentos